Como controlar o peso treinando menos?

Está em casa preocupado em como vai manter o peso, uma vez que tem de alterar a sua rotina de treino? Não desespere já… Estar em casa, e por isso mais sedentário não é necessariamente sinónimo de aumento de peso. No entanto, recomendamos que adapte a sua alimentação às novas circunstâncias. Começando pelos conceitos básicos: só aumentamos de peso (engordamos) quando temos uma ingestão calórica superior ao gasto energético. Noutras palavras, engordamos quando comemos mais do que o que gastamos. Assumindo que estar em casa representa menos intensidade na atividade física, significa que vamos gastar menos energia, logo a regra é – temos de consumir menos energia porque não gastamos tanto. Tem o carro parado na garagem, certo? Então também não terá de encher tanto o depósito… se conseguir cumprir isto então tem o essencial para manter o seu peso equilibrado.

Por outro lado, deve estar a pensar, como reduzir o consumo calórico? Tenha especial atenção ao consumo de hidratos de carbono, são o nosso combustível primordial e não vamos precisar assim tando dele. Não precisa de eliminar, mas reduza as porções de arroz, massa, batatas, pão, bolachas, tostas, cereais, etc. Pode manter, ou até aumentar ligeiramente o consumo de proteína (iogurtes (inclusive iogurtes proteicos, queijos maros ou light, ovos, proteína whey…) pois vai conferir-lhe maior sensação de saciedade. Tenha cuidado com todas as fontes de gordura e reduza ao mínimo necessário o seu consumo, desde o azeite utilizado na confeção dos alimentos até às manteigas de amendoim e aos frutos secos dos lanches. São gorduras saudáveis, mas igualmente muito calóricas.

Por último, mas não menos importante, atenção a todos os snacks entre refeições. Um dos maiores desafios de estar em casa é a facilidade de acesso a determinados alimentos e a vontade que surge em alguns momentos de “trincar alguma coisa”. O ideal é mesmo não ter em casa biscoitos, bolachas, chocolates… por isso quando fizer a sua lista de compras para os próximos dias inclua apenas aquilo que realmente precisa e que habitualmente consta do seu plano alimentar.

Se dúvidas ainda houver, questione o seu Nutricionista sobre que alterações deve fazer ao seu plano alimentar nos próximos tempos, pois será sempre o ideal ajustar o seu plano às novas necessidades energéticas e nutricionais, poderá inclusive beneficiar de acompanhamento em consultas online. Ainda assim tente sempre ao máximo manter-se ativo em casa, não se renda ao sofá, vá adaptando o treino às novas circunstâncias, seguindo as dicas e orientações do seu clube!

Nutricionista Silvia Oliveira (2164N)

ÚLTIMOS ARTIGOS