BAGAS E AS SUAS PROPRIEDADES

De acordo com a terminologia botânica, uma baga é um fruto simples com sementes e polpa produzida a partir do ovário de uma única flor com um pericarpo carnoso. No entanto, o termo “baga” também é comumente usado para se referir, em geral, a pequenas frutas, doces ou amargas e de coloração vermelha, roxa ou azul. De acordo com estas características podemos destacar a groselha, o mirtilo, o arando, a framboesa, a amora, as arónias e mais recente, as bagas de goji e incas (conhecidas por physalis).

Devido às suas qualidades nutricionais, nomeadamente propriedades antioxidantes, o consumo de bagas aumentou notoriamente em todo o mundo. O seu poder antioxidante é notável graças à alta concentração de polifenóis presentes. Nas bagas existem vários polifenóis, destacando-se os flavonóides como as antocianinas.  As antocianinas, pigmentos que conferem a cor vermelha aos morangos e azulada às amoras e aos mirtilos bem como outras frutas, apresentam uma elevada atividade antioxidante e são eficientes na neutralização dos efeitos dos radicais livres. A sua concentração é maior na pele das frutas. Devido às suas propriedades, os polifenóis apresentam-se como potenciais promissores na redução e melhoria de doenças relacionadas com o stress oxidativo, como doenças cardiovasculares, doenças neurodegenerativas, inflamação e cancro.

Para além de compostos fenólicos, as bagas são também uma fonte rica de compostos nutritivos, tais como açúcares (frutose), minerais (fósforo, cálcio, ferro, potássio, magnésio, manganês, sódio e cobre) e vitaminas (A, C e E). Apresentam poucas calorias, pequenas quantidades de gordura mas um alto teor de fibra alimentar.   

Como parte integrante da dieta humana (equilibrada e variada), as bagas para além de serem consumidas como fruta fresca, podem ainda, ser uma opção saudável quando adicionadas a sumos, batidos, cereais, iogurtes, tartes, compotas ou gelados.

Dê mais cor e sabor aos seus pratos neste verão!

Nutricionista Daniela Sofia Fernandes (3185N)

Referências bibliográficas:

  1. SCHIASSI, M.; CARVALHO, C.; LAGO, A.; CURI, P.; PIO, R.; QUEIROZ, F.; RESENDE, J. & SOUZA, V. (2020). Optimization for sensory and nutritional quality of a mixed berry fruit juice elaborated with coconut water. Food Science and Technology. [https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612020005009211&lang=pt].
  2. Hidalgo, G. & Almajano, M. (2017). Red Fruits: Extraction of Antioxidants, Phenolic Content, and Radical Scavenging Determination: A Review. Antioxidants 2017, 6(1), 7. [https://www.mdpi.com/2076-3921/6/1/7/htm].
  3. Olas, B. (2018). Berry Phenolic Antioxidants – Implications for Human Health? Frontiers in Pharmacology. [https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fphar.2018.00078/full].

ÚLTIMOS ARTIGOS