Agora que o tempo não é desculpa

Agora que o tempo não é desculpa!

Desde o início da pandemia causada pelo vírus COVID-19 que nos vemos “obrigados” a permanecer em casa de quarentena. Posto isto e certamente que já utilizaste a desculpa de falta de tempo para treinar agora podes até ter tempo demais para o fazer, estou certo?

Se a tua resposta foi sim e se queres iniciar os teus treinos, PARABÉNS!

Apesar de já conheceres todos os benefícios que uma atividade física pode trazer para ti deixamos alguns para reforçar a tua ideia de iniciar os treinos. Menor risco de desenvolveres doenças cardiovasculares, menor risco de desenvolveres Diabetes tipo II, maior qualidade de vida, entre inúmeros outros benefícios que certamente já ouviste falar.

Entre as tuas redes sociais certamente já reparaste que existem (N) de possibilidades de planos de treino para o teu objetivo específico, no entanto lembra-te sempre que a pessoa que provavelmente tu segues e que tu copias os exercícios provavelmente não te conhecem, não sabem as tuas limitações nem a tua experiência com o treino e é por isso que hoje vamos falar sobre alguns dos princípios que devem ser respeitados durante o teu treino.

Existem sete tipos diferentes de princípios do treino, mas quero dar destaque aqueles que hoje sentimos que são mais importantes para ti. O princípio da individualidade/especificidade e o princípio da continuidade/reversibilidade.

O primeiro indica-nos que a capacidade de resposta aos estímulos do treino apresenta uma grande variação entre indivíduos. As repostas ao treino dependem de um conjunto de fatores que variam de pessoa para pessoa, sendo mesmo de esperar que, para a mesma carga de treino, as adaptações anátomo-fisiológicas de dois indivíduos sejam distintas. (Rui Garganta, Janeiro 2006)

Para além dos fatores genéticos, que determinam características e níveis de resposta ao treino, há que considerar diferenças na capacidade para treinar, na capacidade de recuperação, no tipo de alimentação, no timo somático, na atividade profissional e na motivação para o treino, entre outros.

Resultados em pouco tempo? Esta questão leva-nos ao segundo princípio de que vos queremos falar. O princípio da continuidade/reversibilidade.

Um dos grandes problemas que os profissionais de fitness se deparam nos dias de hoje é os utentes pretenderem “bons resultados” num curto espaço de tempo, com pouca regularidade e empenho. É neste contexto que se torna fundamental ter consciência da necessidade de manter a continuidade na prática de exercício físico, atendendo que os seus efeitos só se manifestam a médio longo prazo. (Rui Garganta, Janeiro 2006)

Agora que partilhámos contigo a “chave do sucesso” para um excelente início de prática de exercício físico e que o tempo não é uma desculpa, inicia os teus treinos e fica cada dia mais próximo do teu objetivo.

Rui Garganta, A. P. (Janeiro 2006). Musculação, uma abordagem dirigida para as questões da saúde e bem estar. Lisboa: Fitness é Manz.

     

ÚLTIMOS ARTIGOS